5 dicas de Luiza Helena Trajano para alavancar negócios

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, participou da última live do ano da série AproxiME, produzida pelos Correios para apoiar pequenos e médios empreendedores neste momento desafiador. O Magazine Luiza é líder no segmento de varejo no País.


O Blog dos Correios selecionou trechos da sua live com dicas sobre como micro e pequenos empresas podem aperfeiçoar as suas gestões, alavancar as vendas e se destacar no competitivo mercado de e-commerce.


Aposte na multicanalidade
Durante a live, Luiza Helena lembrou que, por muito tempo, a Magazine Luiza foi vista como o “patinho feio” da Bolsa de Valores, pois, segundo ela, os investidores não acreditavam em loja física. “Quando a Amazon e o Alibaba começaram a comprar loja física, o jogo virou. Estávamos a frente desse processo porque já tínhamos feito muito laboratório. Aguentamos firmes a rejeição do mercado”, orgulha-se. 


Um das primeiras empresárias a apostar na multicanalidade, para Trajano o mundo digital não compete com o físico, mas é um aliado. “O cliente hoje compra pela internet e retira na loja física; compra na loja e reclama na internet. Você precisa estar onde, quando e como o seu cliente quiser. Todo lugar onde temos a loja física da Magazine, vendemos mais pela internet”, ressalta. 


A empresária observou ainda que o comércio eletrônico não deve mais ser visto apenas como uma plataforma. “O digital é um modo de fazer, uma cultura. A loja física vai continuar, mas o e-commerce é uma necessidade. Se você está presente apenas na internet, faça bem feito. Mas se você é só uma loja física, precisa entrar no digital”, enfatizou.


Crie experiências memoráveis
Em 1990, quando pouco se falava em atendimento ao consumidor, Luiza Trajano criou o que ela chama de um “SAC mais humanizado”. “Colocava nos tabloides de ofertas com a minha foto e o número do meu telefone particular para atender clientes que não foram bem atendidos”, conta.


De lá para cá, Luiza Helena conta que a empresa ganhou diversos prêmios do Reclame Aqui, mas que ainda não está satisfeita. “Enquanto tiver um cliente reclamando, eu não durmo a noite. Temos uma verba especial para resgatar os insatisfeitos, porque é muito mais barato trazê-los de volta do que perdê-los”, revela. Na visão da empresária, os pequenos empresários têm muito mais condição de atender cada cliente como único. “Vender e entregar no prazo é commodity, é preciso surpreender, criar experiências memoráveis para o seu cliente”, aconselha.

Leia mais “5 dicas de Luiza Helena Trajano para alavancar negócios”