30 de Outubro: Dia do Atendente dos Correios

Atendente Giselle da Silva Noronha, da agência JK, em Palmas (TO).

Nesta sexta-feira (30), celebramos o dia dos profissionais que estão na linha de frente de cada uma das agências dos Correios, todos os dias, nos 5.570 municípios do país.  A data marca a publicação no Diário Oficial da União, em 30 de outubro de 1932, do Decreto-Lei 4.042, que regulamenta a profissão dos comerciários, hoje mais conhecidos como atendentes comerciais.  Nesses quase 90 anos de profissão regulamentada, os atendentes desempenham um papel significativo na sociedade, refletindo diretamente a imagem dos Correios.

Em 2020, com a pandemia de COVID-19, a importância desses profissionais ficou ainda mais evidente. Mesmo com a fechamento da maior parte do comércio no período mais crítico do isolamento, o serviço postal foi considerado essencial e os atendentes dos Correios estavam na lista dos profissionais que ampararam a sociedade nesse momento tão crítico.

Na agência Harmonia, no Rio Grande do Sul, a atendente Caroline Lottermann lembra que muitos pequenos negócios só conseguiram sobreviver porque as agências dos Correios continuaram abertas. “Não foram poucas empresas, foram muitas aqui na nossa região. Ajudamos tanto aquele que tem que vender, para garantir o sustento da sua família quanto aquele que precisa comprar para garantir o seu isolamento”.

Os atendentes também são fundamentais na confirmação do papel da estatal como parceira principal do e-commerce brasileiro. Cristiane Silva, da agência Bom Jardim, no interior do estado do Rio de Janeiro, conta como o apoio dos Correios, único operador logístico presente em todo o país, tem sido essencial para as entregas das lojas virtuais.

Para Elinésia Queiroz, da agência Flores, em Pernambuco, o sentimento de fazer parte do dia a dia de tantos brasileiros é de orgulho.  “O nosso trabalho traz soluções para a vida das pessoas. Por isso, me sinto essencial para o país e para a sociedade”.

Essa é a nossa homenagem e reconhecimento àqueles que estão sempre prontos para oferecer a melhor solução, quando você mais precisa.

Correios renova frota de furgões em todo o país

Seguindo o processo de renovação da frota dos Correios, a empresa concluirá, até o fim deste ano, a entrega de 1.114 furgões de 600 kg, modelo Fiorino, em todo o Brasil. Somado aos furgões adquiridos em 2018 e em 2019, serão 3.344 novos veículos da empresa em circulação, o que representa 36% da frota de furgões da estatal.

As superintendências estaduais dos Correios em São Paulo, na capital e interior do Estado, receberão, respectivamente, 281 e 282 novos furgões. Em Minas Gerais, serão entregues 129 veículos. Nessas localidades, os furgões já estão nas concessionárias para finalização do emplacamento. Até dezembro, outras superintendências serão contempladas.

Os veículos adquiridos contam com novo item de segurança: um sensor de ré para auxiliar no estacionamento. Mantendo o padrão de qualidade da frota atual, os furgões também são equipados com componentes de direção hidráulica, trava elétrica, ar-condicionado e vidro elétrico.

Além de melhorar as condições de trabalho dos carteiros motorizados, a renovação da frota dos Correios representa ganho de produtividade, maior qualidade das entregas e redução de custos com manutenção.

Contratações extras – Com a pandemia de COVID-19, o fluxo postal de encomendas dos Correios teve um aumento de cerca 30%. Para suportar a demanda crescente, a empresa planeja realizar a locação de 1.812 furgões extras, para os próximos 12 meses.

Com a iniciativa, será possível aumentar a capacidade produtiva dos Correios em 231.936 objetos por dia: cerca de 128 objetos entregues a mais, por veículo. Os furgões serão entregues em todo o país, de acordo com a necessidade de cada Estado.

ENTREGAS ESPECIAIS
Por trás de cada encomenda, uma história

Os Correios estão presentes, diariamente, na vida de milhões de pessoas. Por trás de cada entrega, sejam correspondências ou encomendas, existem sonhos, expectativas e necessidades singulares. Neste Dia do Cliente, 15 de setembro, reafirmamos que fazer parte da sua história e aproximar o que é essencial para você é o que nos move, todos os dias.

Para uma família de Santana dos Matos, no interior do Rio Grande do Norte, a chegada dos Correios, no último dia 2/9, representou o fim da angústia vivida pelo pequeno José Barbosa, de apenas dois anos. A criança, que se alimenta exclusivamente por sonda gástrica, precisou com urgência trocar o aparelho. Com risco de vazamento, a sonda desgastada poderia gerar complicações de saúde, em plena pandemia de Covid-19.

Para realizar a entrega do objeto, comprado pela internet, empregados dos Correios viajaram mais de 100km – de Currais Novos até Santana dos Matos. “Como se trata de uma questão de saúde, articulamos essa operação especial para que o objeto chegasse com a rapidez necessária ao pequeno José”, relata Millene Rocha, gerente dos Correios na cidade.

Com a nova sonda do filho em mãos, os pais de José reconheceram o esforço empreendido. “Somos muito gratos aos empregados dos Correios, que mesmo nesse momento se empenharam para entregar a nossa encomenda. Agora, graças a Deus José está bem”, relata Barbosa.

Para o superintendente dos Correios no Rio Grande do Norte, Rodrigo Medeiros, o que motiva o trabalho é saber que, por trás de cada objeto, existem pessoas. “É por isso que, mesmo diante dos desafios, o papel dos Correios é realizar todas as entregas da melhor forma possível”, ressalta.

Confiança que aproxima

Neste mês, outra entrega especial no Rio Grande do Norte aproximou duas das instituições de maior confiança dos brasileiros. Militares do Corpo de Bombeiros (CBMRN) encomendaram, via Correios, equipamentos de proteção individual para utilizarem em operações com enxames de abelhas, que aumentam nessa época do ano.

“O período de agosto a dezembro é conhecido pela migração das abelhas, em todo o Estado. Por isso, precisávamos, com urgência, dessas vestimentas utilizadas por apicultores, para a garantir a segurança dos bombeiros durante as operações”, explica o comandante do Serviço Operacional do CBMRN, major Christiano Couceiro.

Com a rápida chegada dos equipamentos, o militar enalteceu o trabalho da estatal e a parceria histórica entre as duas instituições. “Nós queremos agradecer aos Correios pela eficiência dessas entregas, mesmo diante desse momento delicado, e por todas ações em conjunto que costumamos fazer”, destacou o major.

Confira abaixo e em http://correios.com.br/agradecimentos mais mensagens de reconhecimento enviadas por clientes de todo o Brasil aos Correios e seus profissionais.

Carteiros recebem cartas de agradecimento por entregas na pandemia

Em tempos de pandemia, a figura do carteiro personifica, ainda mais, a importância dos Correios para a sociedade. Na linha de frente das entregas de cartas e encomendas em todo país, os profissionais recebem, diariamente, manifestações de reconhecimento pelos serviços essenciais prestados à população. Por meio de cartinhas e desenhos feitos à mão, até as crianças encontraram uma forma de expressar carinho e gratidão aos carteiros.

O pequeno Eduardo Dieter (8), de Florianópolis (SC), escreveu que “por causa do coronavírus, as pessoas precisam ficar em casa, mas o teu trabalho é muito importante e por isso não parou”. Junto à carta, ele deixou também uma caixa de chocolate para que o porteiro entregasse aos carteiros Rafael Felício e Braian de Brito Rodrigues, que realizam as entregas da sua rua, no bairro do Itacorubi.

Na zona leste de São Paulo (SP), a menina Gabriella Godinho da Cunha (8) também fez questão de fazer uma cartinha para o carteiro Renato Leite da Silva, que realiza as entregas no bairro Cangaíba, onde ela mora. “Sabemos o momento difícil que estamos passando e, mesmo assim, o senhor não nos abandonou e sempre faz o seu serviço. Quero agradecer por colocar sua vida em risco saindo de casa para nos ajudar”, diz um trecho da mensagem.

O sonho de ter em mãos sua tão sonhada boneca, comprada pela internet , foi o que motivou Cinthia Nunes Cunha (10), do munícipio de Ijaci (MG), a fazer uma cartinha de agradecimento à estatal. Na mensagem, endereçada “a todos os entregadores dos Correios”, a menina descreve a ansiedade pela chegada da encomenda e a emoção ao receber o presente prometido pelo pai.

Emoção também foi o sentimento do carteiro Evaldo dos Santos Barbosa ao receber a cartinha. “Me surpreendi pela espontaneidade da Cinthia e, ao mesmo tempo, fiquei muito satisfeito pelo reconhecimento dela pelo trabalho dos carteiros, independente das dificuldades que estamos enfrentando”, relata.

Leia mais “Carteiros recebem cartas de agradecimento por entregas na pandemia”

Correios renova frota de motocicletas em todo o país

Com uma frota de veículos que roda mais de 169 milhões de quilômetros por ano – o equivalente a mais de 4 mil voltas completas na Terra –, os Correios concluem, até o fim deste ano, a entrega de 5.345 novas motocicletas às unidades da empresa em todo o país. Só em 2020, a empresa investiu mais de R$ 140 milhões na aquisição de novos veículos, o que inclui a compra de mais 1.114 furgões de 600 kg.

Nas Superintendências Estaduais dos Correios em Brasília, Minas Gerais e Pará, a renovação da frota de motocicletas já foi 100% concluída. A SE/BSB recebeu 72 novas motos nesta segunda-feira (1) e, na SE/PA, foram entregues 211 veículos desse segmento no mês de agosto. As 201 motocicletas modelo trail adquiridas para a SE/MG também já estão em circulação.

Com 160 cilindradas, as novas motocicletas da empresa possuem melhor desempenho do que as anteriores, que eram de 125 cilindradas. As motos também são mais econômicas e seguras, pois são equipadas com sistema de freios combinados, chamado CBS.

Leia mais “Correios renova frota de motocicletas em todo o país”

Iniciativa aumenta produtividade de carteiros em trabalho remoto

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, os Correios implementaram medidas para proteger clientes e empregados, como a liberação de profissionais que estão enquadrados no grupo de risco para trabalho em domicílio. Para garantir a qualidade das entregas e a produtividade dos carteiros afastados, uma iniciativa inovadora permite que os profissionais façam o ordenamento de correspondências de casa.

Funciona assim: antes de serem entregues, os impressos precisam ser separados de acordo com as rotas percorridas pelos carteiros. Agora, em unidades dos Correios no Espírito Santo, onde o projeto está em desenvolvimento, carteiros em trabalho remoto realizam, de casa, essa triagem. Mais de 50 mil objetos já foram separados e ordenados dessa forma, desonerando as equipes que estão trabalhando presencialmente.

Carteiros de Vitória (ES) recebem em casa correspondências para triagem.

Além de facilitar as entregas realizadas pelos carteiros que estão nas ruas, a iniciativa permite aos que estão em trabalho remoto utilizar sua experiência e capacidade produtiva de forma mais efetiva. O conhecimento das caraterísticas e das peculiaridades de cada distrito é fundamental para que o ordenamento das correspondências seja bem executado.

“O encaminhamento da carga para a residência do carteiro é feita com base na viabilidade operacional e economia de recursos, como tempo e combustível”, explica o gerente de Atividades Externas dos Correios, Stéfano Marin Rezende. O controle é feito em formulário que registra quantidade de objetos entregues, com data e hora e garantia do sigilo das correspondências. No dia seguinte, há uma nova coleta e uma nova leva é entregue ao empregado.

Leia mais “Iniciativa aumenta produtividade de carteiros em trabalho remoto”

CANAL DE DENÚNCIAS
Mais transparência à nossa atuação

Importante instrumento de controle da gestão pública, de fiscalização do uso dos recursos e da conduta de seus empregados, o Canal de Denúncias dos Correios está disponível a todo cidadão que queira comunicar situações irregulares e não condizentes com os valores éticos praticados pela empresa.

O Canal de Denúncias permite um contato direto, confiável e seguro, que garante a proteção ao denunciante de boa-fé, conforme as normas emitidas pelos órgãos de transparência e controle. Desde 2016, os Correios dispunham de um canal de denúncias, porém o serviço foi revisado e melhorado, para se adequar aos critérios dos Decreto nº 10.153/2019, da Presidência da República.

Por meio desta ferramenta, a empresa tem a oportunidade de corrigir eventuais desvios internos e fortalecer os preceitos de integridade defendidos pela estatal.

Como denunciar – Para facilitar o acesso, a empresa disponibiliza em seu site um formulário eletrônico para a comunicação de denúncias. O canal está aberto para apurar situações de fraude, corrupção, improbidade administrativa, assédio moral e sexual, discriminação, conduta inadequada do agente e entre outras irregularidades. Para assegurar o sigilo, o IP (Internet Protocol) do computador ou do dispositivo que esteja sendo utilizado pelo denunciante não é identificado em nenhuma hipótese.

Além do formulário disponível na Internet, os Correios também disponibilizam os telefones 0800 725 7282 e 3003-0100 (capitais e regiões metropolitanas) para receber denúncias. A ligação é gratuita.

É importante frisar que o canal de denúncias deve ser utilizado de forma responsável. A comunicação de relatos ou informações inverídicas, não passíveis de comprovação, estão sujeitas à sanções previstas em lei penal. Outras manifestações não caracterizadas como denúncia, tais como questões relacionadas a serviços e produtos, devem ser reportadas aos canais oficiais de relacionamento: pelos telefones 3003-0100 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (demais localidades), ou pelo Fale Conosco.

Os Correios reiteram a importância do Canal de Denúncias para tornar os seus serviços, considerados essenciais, cada vez mais transparentes, íntegros e reconhecidos pela sociedade. Desta forma, a empresa consegue dar uma resposta efetiva aos casos de condutas incompatíveis com seu decoro ético e ampliar a relação de confiança e respeito com os diversos públicos com os quais se relaciona.

SOLIDARIEDADE EXPRESSA
Correios leva ajuda humanitária em casos de calamidade ou emergência

Correios realiza transporte gratuito de donativos em casos de estado de emergência ou de calamidade. (Foto: Divulgação/Correios)

Sandra Santos

Desde janeiro, fortes chuvas castigam Minas Gerais. Temporais caíram sobre várias regiões por horas e transformaram o cenário de muitas cidades. Ao virar o mês, 196 municípios mineiros estavam em situação de emergência e outros cinco em estado de calamidade pública. Em Belo Horizonte e região metropolitana, por exemplo, foi registrado o maior volume de chuvas para o mês de janeiro dos últimos 110 anos, desde que começou a medição.

Para que a ajuda humanitária chegue rápido aos milhares de desabrigados e desalojados espalhados por Minas, a atuação dos Correios é essencial. “Nenhuma outra transportadora, mesmo que o estado tivesse condições de pagar, teria prestado um serviço como este que os Correios prestam. Sem o apoio da empresa, essa distribuição de donativos ficaria muito prejudicada. São locais de acesso difícil. Os Correios acabaram fazendo com que os donativos, alimentos remédios, coisas urgentes, chegassem até às mãos das pessoas que precisam de forma rápida”, reconhece o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. 

A ação institucional “Solidariedade Expressa” é uma iniciativa realizada pela empresa sempre que ocorrem situações que envolvem estado de emergência ou de calamidade. A qualquer momento, seja dia, noite, feriado ou fim de semana, os Correios estão a postos para fazer o transporte gratuito de donativos.

Leia maisSOLIDARIEDADE EXPRESSA
Correios leva ajuda humanitária em casos de calamidade ou emergência”

Emoção e solidariedade marcam os 30 anos do Papai Noel dos Correios

Entrega de presentes em Brasília. Foto: Raquel Dias/ Correios

Ao longo de dois meses, a campanha o Papai Noel dos Correios demonstrou o quanto essa grande corrente do bem, que une empresa, empregados e sociedade em geral, está cada vez mais forte. Neste ano, mais de 600 mil das cartas foram adotadas. Já são mais 1,8 milhões de cartinhas apadrinhadas em todo o país nas últimas três campanhas.

Nessa edição especial, quando a ação completa 30 anos, foi possível mais uma vez se emocionar tanto com histórias e personagens que marcaram a campanha como também renovar os sentimentos de solidariedade e esperança.

O Papai Noel dos Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartinhas escritas por crianças destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. O relato da Dona Nilza, de 69 anos, é uma prova dessa iniciativa social histórica. A moradora do Rio de Janeiro ainda lembra do gesto de um carteiro, que, em 1956, entregou a ela duas bonecas, como havia pedido em uma cartinha que ela escreveu e entregou em uma agência do Correios.

Leia mais “Emoção e solidariedade marcam os 30 anos do Papai Noel dos Correios”

Papai Noel dos Correios: a emoção de tirar sonhos do papel

Sandra Santos

Histórias que tocam o coração são muitas quando o assunto é a Campanha Papai Noel dos Correios. A possibilidade de contribuir para um final feliz, pelo menos quanto aos pedidos de Natal, é o que move há 30 anos pessoas, instituições e empresas a se juntarem à essa corrente de solidariedade. Na campanha deste ano, lançada em 4 de dezembro, mais de 310 mil cartinhas já foram adotadas até 29/11.

E se há belas histórias por parte das crianças que mandam as cartinhas, também há muitos relatos emocionantes dos padrinhos e madrinhas que fazem da campanha um compromisso ano após ano. Aniversariante do dia 22 de novembro, a administradora Nathália Villela Ferreira, de Brasília, fez da festa do seu aniversário um motivo para arrecadar presentes para as crianças que escrevem para o Papai Noel dos Correios.

Com essa iniciativa, ela, que contribui com a campanha há dez anos e começou adotando cerca de 20 cartas, chega a tirar do papel os sonhos de mais de 200 crianças. “O meu presente é ver os pedidos das crianças atendidos. Até brinco com meus amigos dizendo: eu e as crianças agradecemos. No começo, mobilizava só algumas pessoas, mas o círculo foi aumentando. Todos gostam de participar. Quando vai chegando a data, o pessoal já me liga perguntando sobre as cartinhas”, explica.

Nathália faz questão de deixar claro que é com muita alegria que investe boa parte do tempo fazendo a relação dos padrinhos e madrinhas e, também, de cada pedido, para que as cartinhas das crianças sejam de fato atendidas, tal como elas sonham. “A gente faz toda uma organização para trazer todos os presentes juntos, afinal são muitos. Mas tudo é muito gratificante”, garante.  

Leia mais “Papai Noel dos Correios: a emoção de tirar sonhos do papel”