TECNOLOGIA
Correios investe R$ 720 milhões em triagem automatizada

Halinna Dantas

Os Correios investiram nos últimos cinco anos cerca de R$ 720 milhões na renovação e ampliação dos centros automatizados de triagem de cartas e encomendas. Até o momento, foram adquiridas 21 máquinas de triagem automatizada de cartas e concluídas a atualização tecnológica de outras 27. Para a triagem de encomendas, foi concluída a atualização tecnológica de 9 máquinas. Devido à necessidade de ampliação do parque automatizado de encomendas para atender o crescimento da demanda, especialmente do e-commerce, também foram adquiridos 10 novos equipamentos.

A tecnologia trouxe resultados que se refletem diretamente nos índices de eficiência dos Correios. O processo de automação permite que a carga chegue às unidades já triadas para os distritos dos carteiros, eliminando ou reduzindo a necessidade de manipulação da carga. Assim, a melhoria do processo da triagem por meio da automação contribui para a manutenção dos padrões de qualidade dos serviços da estatal.

Os centros automatizados de triagem dos Correios estão localizados nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Santa Cantarina e Rio Grande do Sul, mas os benefícios também chegam às demais localidades do país. Essas unidades atuam como centralizadoras, efetuando o tratamento da carga postal destinada a outros Estados, com ganhos logísticos na operacionalização do processo.

Atualmente, a empresa conta com 52 máquinas de triagem de cartas e 24 de encomendas. As máquinas de triagem automatizada de cartas têm capacidade de processamento de até 40.000 objetos por hora em até 300 direções. Já as  máquinas de triagem de encomendas possuem capacidade de processar até 12.000 objetos por hora atendendo até 200 destinos simultâneos.

Leia maisTECNOLOGIA
Correios investe R$ 720 milhões em triagem automatizada”

Postcrossing: o mundo conectado por cartões-postais

Conectar pessoas no mundo inteiro por meio de cartões postais. Esse é o objetivo do projeto Postcrossing, uma rede social diferente que, em vez da interação virtual, faz milhares de pessoas no mundo inteiro se comunicarem por meio dos Correios. Atualmente há quase 780 mil membros, sendo pouco mais de 9 mil do Brasil. Em 14 anos de projeto, já foram enviados mais de 53 milhões de postais.

Tudo começou em 2005, no apartamento de um estudante universitário de Portugal. Paulo Magalhães queria se comunicar com outras pessoas do seu e de outros países, mas queria sentir essa comunicação nas mãos. E, como sempre gostou de cartões postais, teve a ideia de criar um site em que outras pessoas com o mesmo interesse pudessem trocar cartões postais. Daí surgiu o nome “postcrossing“.

O que Paulo não esperava era que o projeto crescesse tanto. Hoje são quase 780 mil usuários inscritos de 209 países diferentes. Em 2008, a plataforma atingiu 1 milhão de cartões postais trocados. Hoje já são mais de 51 milhões de envios, número que cresce a cada minuto. Nos horários de maior movimento, são mais de mil cartões registrados a cada hora.

“Começou com uma brincadeira”

 A estudante de Administração, Sâmia Jucá mora em São Luís-MA e estava pronta para uma viagem ao Peru. Ao convidar um amigo para ir também, este negou o convite por não ter gostado do destino. “Ele então falou ironicamente ‘vai e me manda um cartão postal de lá!’. Aquilo ficou na minha cabeça”, relembra Sâmia.

Escrever cartões postais não fazia parte dos hábitos de Sâmia, que teve que pesquisar na internet como fazer. Foi então que nos resultados de sua busca apareceu o Postcrossing. “Achei o máximo! A ideia de enviar um cartão para um desconhecido e receber de outro desconhecido, de fazer amizades com pessoas de diferentes culturas. Achei incrível e me inscrevi”, explica.

Leia mais “Postcrossing: o mundo conectado por cartões-postais”

FALE CONOSCO
Investimos em tecnologia para interagir melhor com você

Para tornar mais fácil e ágil o contato com os clientes, os Correios investem constantemente em tecnologia. Neste ano, a empresa remodelou o portal Fale Conosco, que reúne os dois principais canais de atendimento da empresa: a Central de Atendimento dos Correios (CAC) e o Fale Conosco Web.

Com layout moderno e navegação intuitiva, as melhorias foram pensadas para que os clientes tenham acesso a canais diretos e oficiais da empresa, evitando meios alternativos que não foram pensados para atender com agilidade às suas necessidades.

Agora é possível anexar comprovantes para agilizar a análise da manifestação e de realizar a solicitação de ressarcimento de valores através do portal. Essa última facilidade se tornou possível porque o novo formato da ferramenta aumenta a segurança no registro dessas solicitações, com o uso de mecanismos de confirmação de acesso humano.

A captação das manifestações pela internet também foi aprimorada de forma a deixar os motivos de interação mais claros e objetivos, além de garantir mais rapidez nos registros. Outro aspecto aperfeiçoado foi o tratamento das manifestações, com o redirecionamento automático de cada tipo de interação para a área responsável pelo retorno ao cliente. 

Os Correios também preveem o uso de novos recursos e soluções de automação no relacionamento com o cliente, tais como chatbot, inteligência artificial e ferramentas integradas com mídias sociais, para tratamento de manifestações e análises de impressões e percepções. Em agosto deste ano, a empresa celebrou um novo contrato de fornecimento de infraestrutura de contact center para a CAC. A expectativa é aumentar a produtividade e aperfeiçoar o modelo de relacionamento com os clientes.

Leia maisFALE CONOSCO
Investimos em tecnologia para interagir melhor com você”

Rede postal aérea dos Correios completa 45 anos

Sandra Santos

Todos os dias, às 21h, no maior aeroporto do Brasil, caminhões dos Correios começam a formar fila para o desembarque de encomendas no terminal de carga aéreo (Teca) de Guarulhos (SP). Para vencer as distâncias continentais do Brasil, é pelo ar que seguem os objetos enviados por Sedex, que precisam chegar ao destino o quanto antes.  

Graças aos aviões da rede postal noturna (RPN) dos Correios, que completou 45 anos neste mês, os jornais de circulação nacional, impressos em São Paulo, podem ser entregues do outro lado do Brasil em poucas horas, por exemplo.

Por noite, 300 empregados em vários aeroportos do Brasil cuidam do encaminhamento e tratamento de mais 300 toneladas de objetos postais transportados pela RPN. Pelo Teca Guarulhos, passa mais da metade desse volume de carga.

Leia mais “Rede postal aérea dos Correios completa 45 anos”

MUITO ALÉM DO 12 DE OUTUBRO
Dia das Crianças: universo infantil faz parte da história dos Correios

Flávia Drummond

Todo ano é a mesma coisa. Novembro mal desponta no calendário e as perguntas a respeito da ação de responsabilidade social mais famosa da empresa já começam a pipocar: “Quando começa o Papai Noel dos Correios?”. Nascida no coração de alguns empregados da estatal, a campanha, que completa 30 anos em 2019, não demorou a conquistar o país inteiro.

Não é para menos. Com o objetivo de responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, a iniciativa também estimula a redação de cartas manuscritas nas escolas.

Mas não é só no fim do ano que os pequeninos são lembrados pela empresa. Promovido mundialmente pela União Postal Universal (UPU), os Correios também realizam, no Brasil, o Concurso Internacional de Redação de Cartas. A ação, além de oferecer uma premiação aos vencedores, é uma forma de incentivar a expressão da criatividade e a melhoria dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.

Leia maisMUITO ALÉM DO 12 DE OUTUBRO
Dia das Crianças: universo infantil faz parte da história dos Correios”

ENCOMENDA DO EXTERIOR
Correios se destaca em ranking de qualidade de entrega internacional

Os Correios estão entregando encomendas vindas do exterior em prazos cada vez menores. À frente dos correios das maiores economias mundiais, como EUA, China, Alemanha, França e Rússia, a estatal ocupa o sexto lugar no ranking de qualidade de entrega de objetos internacionais. O resultado, divulgado pela International Post Corporation, foi aferido no primeiro semestre de 2019 e considerou 56 países que enviam e recebem mercadorias na modalidade de frete prime.  

Fonte: International Post Corporation

A posição dos Correios indica que, apesar do aumento do volume das encomendas, a empresa tem melhorado a qualidade geral das entregas. Só neste ano, a empresa recebeu cerca de 118% de objetos a mais, em comparação a 2018, e 392% a mais em relação a 2017. Ainda assim, o índice médio da qualidade operacional se manteve superior a 98%. No segmento internacional, esse índice é de de 99%.

Os investimentos em tecnologia no tratamento da carga internacional, em estrutura e capacitação foram fundamentais para esse resultado. Além disso, a empresa mantêm uma rede de comunicação ativa para tratar dos serviços internacionais em todas as suas superintendências estatuais.

Entenda os tipos de fretes

Comprar em sites do exterior é um processo muito simples. No entanto, é preciso entender que importar um produto envolve não só dos Correios: além de legislação específica, há regulação, fiscalização e tributação de órgãos como a Anvisa e a Receita Federal.

Leia maisENCOMENDA DO EXTERIOR
Correios se destaca em ranking de qualidade de entrega internacional”

UPU: entregar desenvolvimento e progresso é papel dos correios

Fernanda Lobo


Em mensagem alusiva ao Dia Mundial dos Correios, comemorado nesta quarta-feira (9), a União Postal Universal (UPU), órgão da Organização das Nações Unidas que congrega operadores de 192 países, destacou as inovações e a relevância mundial do setor. O tema escolhido para marcar os 145 anos da instituição foi “Entregar desenvolvimento é entregar progresso”.

“Servir a humanidade e facilitar a comunicação entre os cidadãos do mundo continua sendo a força-motriz da rede postal global. Todos os avanços e inovações no setor são voltados para apoiar a própria razão de nossa existência: mudar a vida das pessoas para melhor”, diz um trecho da mensagem assinada pelo presidente da instituição, Bishar Hussein.

A questão do desenvolvimento também foi escolhida porque, segundo a UPU, os operadores postais são essenciais para ajudar a alcançar os objetivos da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável em todos os países.

“Cerca de 1,5 bilhão de pessoas em todo o mundo usam serviços financeiros fornecidos pelos correios. Isso torna o setor postal o segundo maior colaborador da inclusão financeira no mundo. Continuamos a ajudar a tirar as pessoas da pobreza”, destaca Hussein.

O Balcão do Cidadão dos Correios , lançado em maio deste ano, é uma das principais iniciativas da empresa em prol da inclusão financeira e do atendimento os cidadão. O projeto, já lançado em 26 unidades federativas, amplia a oferta de serviços públicos e de conveniência nas agências de todo o Brasil.

Leia mais “UPU: entregar desenvolvimento e progresso é papel dos correios”

DIA DA MPE
Correios Fácil oferece vantagens para microempreendedores

Milena Chetto


Neste sábado, 5 de outubro, é comemorado o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (MPE). No Brasil, existem 6,4 milhões de MPEs, que respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado. Para impulsionar esse segmento fundamental para o país, os Correios oferecem o cartão Correios Fácil: a forma mais simples e rápida de celebrar um contrato com a estatal e obter vantagens.

Com o cartão Correios Fácil, os clientes têm acesso a serviços com tarifas reduzidas, pagamento a prazo e ferramentas gratuitas com integração webservice, por exemplo. Soluções de logística, mensagem, certificação digital e marketing são alguns dos serviços disponíveis nesta modalidade de contratação.

A contratação é toda feita pela internet. Em até dois dias úteis o cliente recebe o cartão Correios Fácil e já pode começar a usar. Um dos grandes diferenciais desta modalidade de contratação é que não há cota mínima, ou seja, o cliente tem acesso às vantagens exclusivas, mas só paga se usar o cartão. Se não fizer postagens no período, não paga nada.

Leia maisDIA DA MPE
Correios Fácil oferece vantagens para microempreendedores”

150 ANOS DO CARTÃO-POSTAL
Uma rede social vintage

Flávia Drummond
Marcos Brás

Ele pode ser considerado o avô do Instagram. Por meio do cartão-postal, que comemorou 150 anos nesta terça-feira (1º), as primeiras imagens de monumentos, fatos históricos, personalidades, cidades e infinita temática começaram a ser compartilhados e rodar o planeta.

Para celebrar esse ícone postal, o Museu Correios, em Brasília, lançou a exposição O mundo em suas mãos: arquitetura em formas, cores e beleza. Até 27/10, a mostra retrata a beleza arquitetônica de diferentes lugares e civilizações por meio de cartões postais do mundo inteiro.

Criado em 1869 por Emmanuel Hermann, na Áustria, inicialmente como meio de comunicação para baratear as correspondências, o “Correspondenz-Karte” surgiu como uma simples cartolina, contendo apenas o selo, o espaço para menção do destinatário e um local, no verso, para mensagens curtas.

Cartão-postal do início do século XX. Foto: Acervo Museu Correios
Leia mais150 ANOS DO CARTÃO-POSTAL
Uma rede social vintage”

Laboratório de Inovação dos Correios acelera projetos

Andressa Gracina
Marcos Nunes

Disruptivo é a palavra da moda no mundo dos negócios. As startups foram as responsáveis por popularizar o termo entre os empreendedores. Para que alguma solução seja considerada disruptiva, deve romper com padrões e modelos estabelecidos no mercado. A dificuldade, porém, está em sair do discurso e inovar na prática.

Cientes desse desafio, empresas têm investido em laboratórios de inovação. Um ambiente controlado para facilitar a imersão e a aceleração de projetos. Salas com paredes brancas e mesas alinhadas dão lugar à ambientes customizáveis, coloridos e integrados. Tudo para estimular a criatividade, a interação entre equipes e o pensar “fora da caixa”.

Nos Correios, ambientes seguindo essa tendência já são realidade. Há um ano e meio foi inaugurado, em Brasília, o Laboratório de Inovação da empresa, chamado Mistura & Faz. Instalado no campus da universidade corporativa dos Correios, o espaço – sem divisões internas – foi decorado com pallets e móveis reaproveitados.

Leia mais “Laboratório de Inovação dos Correios acelera projetos”